Chuseok 추석

Um dos pilares festivos e um dos mais importantes feriados do calendário coreano, o Chuseok celebra a colheita do outono, rememora ancestrais, reúne familiares e amigos que partilham tempo de qualidade e fartura à mesa.

DE SILLA AOS TEMPOS ATUAIS

Os registros nos dão indícios de que desde o reino de Silla, o Chuseok já era envolto de práticas de jogos e brincadeiras da época, muito canto e dança, observância da lua, banquetes preparados com alimentos frescos e bebidas caseiras feitas de arroz novo. Anualmente celebrado no 15º dia do 8º mês do calendário lunar, ou seja, no meio do outono, o feriado permaneceu sendo observado em Goryeo e na Dinastia Joseon se consolidou como um dos quatro feriados nacionais mais importantes, lado a lado com o desenvolvimento da sociedade e da cultura agrícola.

Embora ainda hoje seja celebrado e reserve sua importância, com o declínio da sociedade agrícola e a industrialização na década de 70, algumas práticas e tradições também mudaram e hoje refletem nos modos de experienciar o Chuseok. Além disso, a pandemia afetou desde os encontros familiares, as cerimônias memoriais até a dinâmica de funcionamento dos mercados e negócios locais. Somadas as fortes chuvas e a chegada do tufão Hinnamnor, foi imperativo que o feriado e as práticas envoltas a ele sofressem grande impacto.

Os produtos agrícolas, pecuários e pesqueiros passaram por significativa alta, o que, por consequência afetou o bolso de famílias inteiras na montagem da mesa do Chuseok, conforte aponta a Korea Agro Fisheries & Food Trade Corporation que registrou um aumento de 6,5% nos custos em relação ao ano de 2021. A alta impacta não só o preparo dos pratos para as cerimônias, como também o mercado de presentes, que envolvem frutas, carnes de cortes nobres, bebidas tradicionais e etc.

A MESA DO CHUSEOK

JESA SANG 제사상

Honrar e agradecer com sinceridade os antepassados é parte fundamental dos rituais memoriais (Jesa) observados em datas como o Seollal e Chuseok. A mesa do Jesa 제사 é chamada de Jesasang 제사상, enquanto a comida preparada para a ocasião é chamada de Jesu 제수 e segue uma etiqueta, embora a composição possa variar de família para família e região para região. Veja um exemplo de como a mesa pode ser montada:

Foto | Maum Umsik

PRATOS

Como um feriado que marca o meio do outono (estação de colheita abundante) o Chuseok tem uma mesa composta de pratos feitos com alimentos sazonais mais frescos e cada um deles possui um significado. O arroz colhido se torna a base para diversos preparos, bem como as frutas, vegetais e demais grãos e cereais.

Songpyeon 송편 – Se o Tteok está para o Seollal, o Songpyeon está para o Chuseok. Feito de arroz não glutinoso moído, é preparado como uma massa que forma um bolinho, podendo ser recheado com doce de feijão mungo, gergelim, castanha e jujuba. Do arroz prematuramente colhido chamado Olbyeo 올벼 é feita a massa do songpyeon, que é cozida no vapor com agulhas de pinheiro. Seu formato faz alusão a uma meia lua e simboliza o desejo de boa sorte.

Foto | Encyclopedia of Korean Folk Culture

Toranguk 토란국 – Considerada a refeição mais saborosa do Chuseok, a sopa de inhame simboliza a terra e as raízes. De sabor e textura singular, tem caldo límpido feito a base de carne e alga, com sólidos como o próprio inhame e nabo. É costumeiramente servida durante a cerimônia memorial mas também após a mesma, sendo compartilhada entre familiares, amigos e vizinhos. Seu ato de partilha inspira o desejo de uma vida longeva e próspera, repleta de saúde.

Japchae 잡채 – Apesar de não haver um consenso em relação a introdução do consumo de Japchae no Chuseok, o prato é servido em ocasiões especiais como esta. Seu sabor agradável, somado ao teor nutricional e textura única, agrada a todos.

Foto | Maum Umsik

Jeon 전 – Uma variedade de jeon também é preparada durante o Chuseok. Panquecas de feijão mungo, peixes, legumes, tofu e cogumelos, protagonizam essas saborosas iguarias simples de comer e desejadas por crianças e adultos, mas que exigem muita destreza no preparo, já que cada ingrediente reserva um tempo ideal de fritura e cuidado.

Foto | Maum Umsik

Samsaek Namul 삼색나물 – O trio de ervas de diferentes cores, simbolizando o passado, o presente e o futuro, bem como as gerações é um preparo muito significativo para a mesa de celebração do Chuseok. Nesse artigo, perpassamos cada uma das características desse trio de ervas que continua se fazendo presente na mesa dos rituais memoriais e em feriados importantes como esse.

Foto Maum Umsik

Sikhye 식혜 – O arroz colhido durante o meio do outono, era utilizado para diversos preparos como outrora mencionamos. Cozido, em pó utilizado como base para o songpyeon ou ainda para bebidas artesanais alcoolicas e não alcoolicas como o Sikhye, é uma bebida doce com propriedades digestivas apreciada após a refeição. Sikhye e Songpyeon podem ser servidos juntos após o banquete de Chuseok.

Foto | Maum Umsik

Cada celebração de Chuseok representa a renovação da gratidão aos antepassados, à terra, a abundância alimentar e a dádiva de construir e partilhar boas memórias com aqueles que nos cercam.

즐겁고 행복한 추석 보내시길 바랍니다! Desejamos um feliz Chuseok!

Fontes bibliográficas: Encycolpedia of Korean Culture | Encyclopedia of Korean Folk Culture | Rural Development Administration of Korea | Korea Exposé | The Korean Journal of Food and Nutrition.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s